Enfermeira de centro psicossocial de Cuiabá morre com coronavírus e é a 28ª vítima
18 de Maio de 2020 - Fonte:G1/MT
Compartilhar
  • A enfermeira Alessandra Bárbara Pereira Leite morreu internada nesta segunda-feira (18) com coronavírus (Covid-19), em Cuiabá.

     

    A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informou que recebeu a notificação do óbito da servidora pública da Saúde estadual em decorrência da Covid-19.

     

    A profissional de enfermagem era servidora do estado há 18 anos, trabalhava na Unidade III – ligada ao complexo do Adauto Botelho – e estava internada em leito público de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na capital; ela ficou hospitalizada por cerca de 46 dias.

     

    A enfermeira Alessandra Bárbara Pereira Leite morreu internada nesta segunda-feira (18) com coronavírus (Covid-19), em Cuiabá — Foto: Facebook

    A enfermeira Alessandra Bárbara Pereira Leite morreu internada nesta segunda-feira (18) com coronavírus (Covid-19), em Cuiabá — Foto: Facebook

     

    O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, manifestou profundo pesar pela morte da servidora estadual.

     

    De acordo com os dados da SES, esta é a 28ª morte ocasionada pelo coronavírus em Mato Grosso, sendo o terceiro óbito registrado e notificado de um morador do município de Cuiabá.

     

    Até este domingo (17) foram confirmados 901 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

     

    As outras mortes causadas em decorrência da Covid-19, em Mato Grosso, envolveram residentes dos municípios de Várzea Grande, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã, Rondonópolis, Mirassol D’ Oeste, Barra do Garças, Sinop, Nova Mutum e do Rio de Janeiro, que estava em Mato Grosso.

     

    Centro psicossocial

     

    Foram confirmados casos de coronavírus na Unidade III do Ciaps, sendo 20 de servidores e 4 de pacientes. Grande parte dos casos foram sintomáticos leves ou assintomáticos; isto é, não manifestaram sintomas.

     

    Todos os pacientes e profissionais que testaram positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados cumpriram regime de isolamento ou quarentena.

     

    A Secretaria de Estado também procedeu com a desinfecção das instalações da unidade. A equipe técnica ainda fez o acompanhamento e o rastreamento individual dos casos, de forma a monitorar também as famílias e os contatos dos envolvidos.