Engajamento emocional é desafio na gestão de empresas
16 de Abril de 2019 - Fonte:Assessoria
Compartilhar
  • O produtor rural não trabalha sozinho. Mesmo um negócio familiar tem parentes e colaboradores que fazem a propriedade funcionar adequadamente. A cada diz, o agricultor e o pecuarista se profissionalizam e se tornam empresários rurais. Para Carlos Eduardo Bonato, especialista em gestão que palestrou nesta segunda (15) na Norte Show, é fundamental focar no engajamento emocional.

     

    “É o mais difícil porque estamos mexendo com o sentimento das pessoas e eu diria que essa conquista do engajamento é um ponto crítico. É preciso trazer mais para perto e conversar mais com as pessoas, deixando elas explicarem o porquê de determinadas ideias não serem implementadas e outras sim. Quanto maior o envolvimento, elas se sentem donas do processo e isso causa engajamento no trabalho”, explica.

     

    Bonato ressalta que o produtor rural deve, sim, entender e aplicar ferramentas de gestão em seus negócios. “Eu já atuei com grandes e médios produtores, mas as dicas servem para todos. Um ponto crucial que trouxe na palestra é a questão da eficiência, é preciso trazer tecnologia ao negócio e construir uma equipe campeã para que consigam se diferenciar no mercado”, afirma.

     

    A empresária Marcelisa Carasin Gemmi, de Sorriso, considerou a palestra “sensacional”. “Estou levando para dentro da minha empresa esta questão do engajamento emocional, eu acho que é tudo. Às vezes, a gente esquece de falar para as pessoas que estão na empresa quais são as metas e elas não trabalham com tanto engajamento. Então, todo mundo deve saber o que projetamos”, analisa.

     

    A feira – A Norte Show ocorre de 15 a 17 de abril, em Sinop (MT). Tem patrocínio master de Inpasa Agroindustrial e ainda conta com os patrocinadores Agrobaggio, Ucayali, Frigobom, Tocantins, TW Speed, 93,1 FM, Inviolável, Urbano, Jhonrob Silos e Secadores, Machado. Tem apoio da Puríssima, 3 Corações, Severa, Sicoob, Case e New Holland. Os correalizadores são Prefeitura Municipal de Sinop, Governo de Mato Grosso, Embrapa, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Embrapa, Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT).