Pressão no trabalho, guia de sobrevivência
02 de Agosto de 2017 - Fonte: Jake Buosi
Compartilhar
  • Em tempos de déficit de metas inalcançáveis, em que o atual quadro econômico encontra-se em recessão, é importante que o trabalhador, mesmo que não seja um especialista em economia irá sofrer com tudo isso e infelizmente, será pressionado. Por isso é bom entender como lidar com o seu chefe e com a pressão que poderá haver em seu entorno.

     

    Primeiramente é necessário entender que cobrança das tarefas a serem realizadas é muito diferente de pressão por resultados. A primeira é mais coerente às atividades e funções que são pertinentes ao seu cargo. A palavra pressão tem como sinônimos opressão, apertão, coação, tensão, ameaça. É a intensidade da cobrança que faz com que essa palavra se torne aterrorizante.

     

    Alguns sintomas e consequências da pressão exercida no trabalho podem ser apresentados do corpo das pessoas, entre eles podemos citar a ansiedade, agitação, aumento ou diminuição da fome, insônia, podenda até mesmo levar a síndrome de Burnot (doença psíquica).

     

    Vamos imaginar o cenário em que os números não estão indo bem na empresa. Por isso ela precisa reverter essa situação para continuar viva. Então começa uma sequência de cobranças, quase que uma queda de dominó, derruba-se o primeiro e acontece um derramamento de cobranças e pressão, o superchefe pressiona o líder de setor e este toda a equipe, até chegar até você caro leitor. Sendo assim, é importante que você entenda algumas coisas que podem melhora o clima e diminuir o desconforto:

     

    Seja mais eficiente que o habitual, desenvolva o trabalho com qualidade e mantenha prazos sob controle;

     

    Faça um cronograma das atividades, para saber onde está e quando atingirá os objetivos;

     

    Crie estratégias para realizar uma mesma atividade com menos recursos, isso o ajudará muito em épocas de escassez;

     

    Argumente, quando forem expostos metas impossíveis, apresente dados do mercado, se não existe movimentação na economia é humanamente impossível vendar para quem não tem dinheiro.

     

    Encontre alguma atividade para relaxar, pois essa pressão pode gerar várias doenças, sendo fundamental uma válvula de escape. Fazer exercícios físicos, yoga, meditação o ajudará. Mais cuidado para não desenvolver o levantamento de copo e nem a degustação de remédios, isso sim te trará mais problemas.

     

    Sim caro amigo trabalhador a vida é difícil! Por isso precisamos ser fortes e contornar essa situação, mas acima de tudo não se desmotive frente aos desafios que a vida oferece.

     

    Abraços e progressão para todos nós...

     

    Jake Buosi é administradora CRA/MT 6818; Apresentadora Cases de Sucesso Fm 93.1; Consultora Empresarial; Estudante de Psicologia Décimo Semestre; MBA-Coachingi, treinamento e Liderança Executiva; Palestrante de vendas, Produtividade e Resultados.