Vereadores aprovam Projeto de Lei e 21 indicações durante 2ª sessão do ano 09/02/2021 Fonte: Assessoria
A Câmara Municipal de Sinop realizou, nesta segunda-feira (8), a segunda sessão ordinária de 2021. Os vereadores, com exceção de Dilmair Callegaro (PSDB) que continua com atestado médico, se reuniram no plenário Jorge Abreu para encaminhar um Projeto de Lei (PL) para análise das comissões permanentes, votar outro, além de dois Requerimentos e 21 Indicações. Os Projetos de Lei foram enviados ao parlamento pelo Poder Executivo. O PL 001/2021, que pede autorização legislativa para o município receber 27 metros cúbicos de madeira serrada em doação “pura e simples” feita pelo Ibama, foi encaminhado para análise. O PL 002/2021, que pede a autorização do parlamento para que a prefeitura efetue contratação temporária, em caráter excepcional, para trabalhar na área da saúde, foi aprovado em primeira e única votação após pedido de dispensa de tramitação. Os Requerimentos foram apresentados pela professora Graciele (PT) e por Adenilson Rocha (PSDB). A petista cobra informações sobre “a efetivação do plano de vacinação” apresentado pelo Município e sobre as medidas adotadas pela prefeitura no combate à Covid-19. A cobrança do tucano também refere-se à saúde. Ele quer informações sobre as Unidades Básicas de Saúde que realizam atendimento odontológico. Os dois parlamentares também tiveram Indicações aprovadas. Além deles, os vereadores Lucinei (MDB), Ademir Debortoli (Republicanos), Hedvaldo Costa (Republicanos), Juventino Silva (PSB), Professor Mário (Podemos), Paulinho Abreu (PL), Moisés do Jardim do Ouro (PL), Célio Garcia (DEM), Elbio Wolkweis (Patriota) e Luís Paulo (PROS). Os pleitos dos vereadores incluem construção de unidades de saúde, melhoria de unidades de saúde e aquisição de equipamentos, emancipação da UFMT, recuperação de ruas, avenidas, praças, calças, campo de futebol e canteiros, instalação de lâmpadas de LED em postes públicos, a criação de uma comissão ou departamento para cuidar de assuntos fundiários, adesão ao Programa Balcão Solidário, divulgação da lista com os vacinados pela Covid-19.
COMPARTILHAR COM